Normas

NORMAS DE SEGURANÇA PARA O USO DO LABORATÓRIO DE FÍSICA

I – DOS OBJETIVOS

A presente norma visa orientar e definir responsabilidades e procedimentos internos, no sentido de prevenir, reduzir ou ainda, prestar atendimento em caso de ocorrência de eventuais acidentes que venham envolver aqueles que se utilizam ou apóiam diretamente as atividades desenvolvidas nos laboratórios da Instituição, manipulando equipamentos e materiais afins, em atividades docentes ou trabalhos de pesquisa.

II – DA PREVENÇÃO E DA SEGURANÇA

Tendo em vista o caráter geral da presente norma, esse conjunto de medidas deverá consolidar-se, no âmbito de cada uma das partes envolvidas com atividades laboratoriais, mediante a elaboração e implantação de um Programa de Gestão, Manipulação e Segurança onde deverão estar previstas as seguintes atividades:

 – Elaboração de manuais relativos aos roteiros adotados para cada experimentação;

– Capacitação e treinamento dos docentes e funcionários envolvidos com as atividades;

– Implantação de metodologias de fiscalização interna para melhoria da qualidade;

– Adoção e implantação de um cronograma de atividades.

 III – DAS RESPONSABILIDADES DE PROFESSORES, FUNCIONÁRIOS E ESTUDANTES.

 Durante a realização de atividades nos laboratórios dedicados ao ensino e pesquisa (em especial as que possam significar algum risco).

 Cabe aos Professores responsáveis:

a) Informar aos seus estudantes e funcionários sobre os riscos ambientais e comportamentais pertinentes aos laboratorios em questão;

b) Fazer uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual – luvas de látex, óculos, calçados, jaleco, calças, máscara, etc) quando necessários;

c) Elaborar, supervisionar e prestar pronto apoio quando solicitado no que se refere à implantação das medidas necessárias à redução e ao controle das situações que possam gerar acidentes ou doenças ocupacionais;

e) Exigir que estudantes e funcionários cumpram as normas de segurança;

f) Proibir o consumo de alimentos e bebidas dentro dos laboratórios;

g) Proibir a execução de tarefas que exijam habilitação ou capacitação específica por funcionários e estudantes que para isso não estejam devidamente qualificados;

h) Fiscalizar o uso dos laboratórios por parte de seus estudantes;

i) Zelar pela conservação de armários, uniformes, equipamentos, ferramentas, reagentes, e demais materiais sob sua responsabilidade, sob pena de ressarcir o IFC por seu uso indevido decorrente de imperícia, imprudência ou negligência;

j) Destinar adequadamente os resíduos, materiais contaminantes, pérfuro-cortantes e outros, tendo em vista a preservação ocupacional e ambiental.

k) Estar devidamente familiarizado com o equipamento que estiver sendo manuseado,

l) Zelar por sua própria segurança, dos alunos e a de seus colegas.

 IV -DA ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL E OUTRAS PROVIDÊNCIAS

Na eventualidade da ocorrência de acidente, no âmbito da Universidade, dependendo de sua gravidade, os primeiros socorros poderão ser prestados nas dependências do IFC, estando a Instituição em condições de fazê-lo na sua própria enfermaria e, a seguir, se o caso exigir, efetuar a remoção do acidentado, em ambulância, para o hospital mais próximo.

 Professor: Bruno Leal Dias

Aprovado pelo NDE e Colegiado do Curso