ATIVIDADES

No ano de 2013 durante a elaboração do projeto realizamos contato com as escolas para verificar o interesse em participar do programa. Os professores estaduais participaram de reunião onde apontaram ações a serem realizadas para atender a demanda das escolas. Desta forma a elaboração do sub-projeto teve a participação efetiva das escolas.

Quando da aprovação do projeto, realizamos contato com as escolas e a gerência de educação para entendimento das ações previstas. Quanto à seleção de bolsitas acadêmicos e supervisores os mesmos são selecionados por meio de editas específicos.

Com relação à organização de reuniões com participação dos coordenadores de área definiu-se inicialmente a realização de reuniões semanais com todos os bolsistas. Depois passamos a realizar reuniões semanais, uma na IES (IFC)  e em cada semana em uma escola com o objetivo de acompanhar de modo mais efetivo as atividades nas escolas. Além disso, mensalmente tem sido realizadas reuniões envolvendo os dois subprojetos do câmpus (Física e Matemática) para pensar em ações conjuntas e compartilhar o andamento das atividades.

No início das atividades foi realizada a oficina de ferramentas do Google (uso do g-mail, uso do Google drive e agenda) ofertada para os bolsistas da matemática e da física, supervisores e coordenadores. A mesma foi ministrada por acadêmicos do curso de Ciências da Computação em vários horários para oportunizar a participação de todos. Esta oficina foi priorizada em função da gênese do projeto que definiu o uso do google para comunicação, realização de realização e armazenamento de relatórios.

Os bolsistas foram instruídos a ter um diário de campo físico para registro das ações realizadas e organização de portfólio virtual no Google drive. Além disso para registro das atividades das reuniões foi utilizado o Google drive com artigos compartilhados com todos.

A primeira discussão teórica com os supervisores, coordenadores e bolsistas foi relacionado á ética tendo como base o texto “Diálogo com Humberto Maturana: interpretações sobre a ética” (VASCONCELOS, 2010).

No início de março realizamos estudos teóricos sobre o Projeto Político Pedagógico para encaminhamento dos alunos para as escolas.  A seguir os alunos realizaram o estudo do projeto pedagógico da escola onde estão fazendo a iniciação à docência. Desta forma os bolsistas foram “preparados” antes de efetivamente ir para a escola.

A prática da leitura teve continuidade e foi sempre incentivada com indicação de textos da área de ensino de Física disponíveis em periódicos on line. Os grupos de alunos apresentaram as leituras em algumas reuniões gerais. Em uma das escolas, a professora supervisora compartilhou com os bolsistas o livro “Alice no país do quantum” (GUILMORE, 1998) que introduz a física quântica através de analogias com o livro Alice no país das maravilhas.

O acompanhamento na elaboração e execução do plano de ensino do professor está sendo realizado semanalmente com o supervisor e os bolsistas na escola. No início das atividades os alunos realizavam observação de aulas e acompanhamento das atividades do supervisor na escola para conhecer a realidade da escola, dos alunos e da docência.

Os bolsistas assistiram reuniões pedagógicas, administrativas e conselhos de classe. Como o espaço nas escolas é limitado os alunos se dividiram em grupos. Assim alguns bolsistas assistiram a reunião pedagógica, outros a administrativa e outros o conselho de classe. Ficou definido pela coordenação de área que cada bolsista terá que participar de pelo menos um conselho de classe durante o ano letivo.

Uma das ações previstas e que está acontecendo nas três escolas é a realização de atendimento individualizado para alunos no contraturno com relato dos supervisores de melhora no rendimento dos alunos.

Nas duas escolas que têm laboratório está sendo realizada a organização e utilização dos mesmos pelos bolsistas. Além disso nas três escolas os bolsistas estão montando e apresentando experimentos durante as aulas. Em uma das escolas os alunos estão participando dos experimentos. Alguns bolsistas estão idealizando equipamentos didáticos inovadores, bem como minicursos.

Com relação à oficinas de aprendizagem os alunos fizeram oficinas que foram apresentadas nas escolas e na Jornada Acadêmica das Licenciaturas. Na Jornada Acadêmica das Licenciaturas (29, 30 e 31 de maio de 2014), na tarde do dia 29 foram apresentadas 4 oficinas realizadas pelos bolsistas do PIBID para 120 alunos do Ensino Médio de quatro escolas distintas.

Durante a Jornada Acadêmica, onde os bolsistas do PIBID participaram foi realizada uma mesa redonda com discussão de questões éticas e multiculturais. Além disso dentro da programação da jornada acadêmica houve uma socialização de atividades realizadas no PIBID. Participaram da reunião bolsistas de Rio do Sul e de Concórdia dos sub-projetos da Física e da Matemática.

Para participação na FETEC, foram realizadas duas reuniões de orientação para a publicação dos trabalhos, incluindo o formato do trabalho e a elaboração. Foi realizada uma divisão de tarefas para que cada coordenador de área, supervisor ou colaborador orientasse um grupo de alunos bolsistas. Como resultado tivemos a publicação de quatro trabalhos:

1. CONTRIBUIÇÕOES DO PIBID PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: uma relação entre escola e universidade (Aline Suelem Moratelli; Larissa Esser; Iraci Symczacka; Angelisa Benetti Clebsch, Adriana Marin)

2. HISTÓRIA E FUNCIONAMENTO DAS PILHAS (Edson Karsten, Bruno Leal Dias)

3. ATIVIDADES EXPERIMENTAIS: Como provocar a reflexão e o interesse dos alunos a partir de experimentos ((Maíra Adriana Hillesheim, Mariana Caetano Macedo, Monik Borghezan, Anderson Kock)

4. A INFLUÊNCIA DA DEFASAGEM MATEMÁTICA BÁSICA E DA INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS NA APRENDIZAGEM DE FÍSICA (Vinícius Marquez, Aline Hipólito, Adriana Botelho Barcelos, Jonatas Steinbach)

A divulgação dos trabalhos na FETEC compartilhou ações do PIBID no câmpus e comunidade regional. Além dos trabalhos os bolsistas colaboraram no stande do curso apresentando e expondo experimentos para divulgar a Física.

Com relação à formação continuada para os supervisores foi ofertado no primeiro semestre a oficina de ferramentas do Google. Além disso, os supervisores foram convidados a participar da jornada acadêmica das licenciaturas, foram convidados a orientar trabalhos na FETEC. A formação foi complementada através da participação do Encontro Estadual do PIBID, que aconteceu em Itajaí no mês de julho.